FANDOM


Ordem 66 foi uma de uma série de ordens que os Clone Troopers do Grande Exército da República foram treinados em segredo para fazer, durante seu crescimento. A ordem condenava os Jedi como traidores da República e mandava sua remoção imediata e sem perguntas. Seu decreto marcou o início formal do Grande Purgo Jedi, que começou a Guerra Civil Galáctica.

HistóriaEditar

Em 19 ABY, a Ordem 66 foi decretada por Darth Sidious mais para o fim das Guerras Clone. A razão oficial dada para esta execução foi uma suposta "rebelião Jedi" contra a República; mas na realidade, era a culminação de uma cadeia de evendos orquestrada por Palpatine por um período de décadas, todas desenhadas para trazer a Ordem Jedi à um fim.

Após a destruição do General Grievous nas mãos de Obi-Wan Kenobi, Mestres Jedi Mace Windu, Kit Fisto, Agen Kolar, e Saesee Tiin adentraram o escritório de Palpatine, com a intenção de prendê-lo, sendo ele o Lorde Sith que estavam procurando. Kolar e Tiin foram rapidamente mortos por Sidious, mas Windu e Fisto conseguiram o segurá-lo por um tempo maior. Fisto não conseguiu resistir aos ataques do Lorde Sith, e morreu. Mace Windu conseguiu repelí-lo e eventuarmente desarmá-lo. Skywalker então chegou para achar o Chanceler Supremo, que parecia estar derrotado. Quando se tornou evidente que Windu iria matar o homem mais velho, Skywalker interviu, que deu a oportunidade para o Lorde Sith destruir o Mestre Jedi. As ações do Jedi providenciaram a desculpa que o Chanceler precisava para ter a Ordem realizada.

Palpatine avisou todos dos comandantes clones do exército por seu escritório. Os comandantes tiveram uma variedade de reações perante a Ordem, mas desde que veio do Chanceler em pessoa, praticamente todos cumpriram. Em mais de 200 planetas, os Jedi foram mortos por suas tropas. Os Jedi, que estavam espalhados pela Galáxia em campos de batalhas distantes, foram quase todos pegos de surpresa, e foram mortos facilmente. Tres anos de guerrilha poluíram a Força com o lado negro, fazendo com que a percepção Jedi ficasse nebulosa. Enquanto os clones não tinham malícia ou ódio, por meramente seguir a ordem legal, eles não tinham nenhum desejo de fazer mal em seus corações que poderia mandar um aviso para os Jedi pela Força.

Embora fosse impossível para Palpatine ter contatar todos os comandantes individualmente, ele tomou o tempo de contatá-los pessoalmente antes de a Ordem ser lançada para o exército como um todo. Nos primeiros minutos da Ordem, vários membros do Conselho Jedi haviam sido mortos; incluindo Plo Koon em Cato Neimoidia nas mão do Capitão Jag, Stass Allie em Saleucami nas mãos do Comandante Neyo, e Ki-Adi-Mundi em Mygeeto nas mãos do Comandante Bacara. Em Utapau, Obi-Wan Kenobi estava montado no varáctil Boga quando Comandante Cody executou a ordem, mas Kenobi conseguiu sobreviver e escapar do planeta. Ele em breve se reuniu com o Grande Mestre Jedi Yoda, quem também conseguiu escapar do perigo em Kashyyyk.

Como notado, nem todos os clone troopers obedeceram a Ordem. Em Murkhana, Roan Shryne e Olee Starstone foram salvos da Ordem 66 por um membro de uma unidade de clones comando chamado Climber, que inicialmente questionou a validade de Ordem, e mesmo com a confirmação, se recusou a ficar ao lado do governo ao invés de ficar ao lado de quem eles lutaram juntos. Esta é a única evidência de um soldado desobedeçendo a ordem; até outros clones comando e ARC troopers obedeceram. Templo em chamas.

Em Coruscant, a Resposta de Emergência do Senado aninciou estado de corte marcial sobre Coruscant, e declarou o Templo Jedi sob fechamento militar. A Ordem 66 autorizou e a 501ª Legião atacar o Templo Jedi, onde eles mataram todo mundo dentro—Mestres, Padawans, e até younglings. Ninguém dentro do prédio foi deixado vivo, mas de alguma forma Shaak Ti escapou.

Ainda que a Ordem 66 dizimou os postos da Ordem Jedi, com uma estimativa de menos de 100 Jedi sobrevivendo, foi apenas o começo do Grande Purgo Jedi, que se alargou por anos. A maioria dos Cavaleiros Jedi sobreviventes foram caçados e assassinados por Darth Vader, enquanto a Ordem 66 continuou em efeito indefinitivamente no tempos dos stormtroopers do Império Galáctico. Kenobi e Yoda, como muitos outros, escolheu entrar em exílio—em Tatooine e Dagobah, respectivamente. Lá eles conseguiram enganar a justiça Imperial por muitos anos; uma façanha que muitos outros não conseguiram. Em duas décadas, a Ordem Sith se ascendeu completamente das sombras, controlando a galáxia por uma rede de privilé a gios executivos, incluindo organizações como a Inteligência Imperial, a Agência de Segurança Imperial, e a COMPNOR, sem falar de um sistema de poderosos governadores regionais, todos fiéis a Palpatine.

Star Wars Battlefront IIEditar

Em Star Wars: Battlefront II você recebe a Ordem 66 na missão Queda dos Cavaleiros em Coruscant e deve executa-la, matando os Jedi presentes no Templo.

Galactic ConquestEditar

Quando se joga no Galctic Conquest em A República Soberana quando você vence aparece um vídeo com um fim alternátivo, onde Mace Windu derrota e mata o Supremo Chanceler, e Anakin Skywalker se une ao alto conselho Jedi.

StarWrasWiki.png
Este Artigo foi feito em parceria com a

Star Wars Wiki em Português.

Ordem 66

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória